Dança da poesia

Dança da poesia

"Nao sao os meus pensamentos,
nao sao os dias da cor cinza,
nem mesmo as noites,
sao os recordos pasados
que fazem da minha vida
uma natureza incompleta,
sem arvores,
sem fores,
sem ar e sem nos.

É muito lindo este mar,
também nossa pele,
prata no rio das estrelas,
num dançar sem pasos.

Viajem eterno
nao quero terminar,
quero consumar esta vida
 - agora - 
no tempo mesmo,
na propria vida.
Deixa que as aves falem de nos."

Pármulo 2014

Contact
Twiter: @parmulo